Política

Isenção de luz à igrejas tenta evitar fracasso do Aliança pelo Brasil

Uma barganha, para não dizer um suborno. A proposta de isenção de contas de luz para igrejas é um exemplo clássico da política do toma lá, dá cá. O presidente Jair Bolsonaro, que encampa a proposta, quer evitar um fracasso do seu novo partido.

A proposta é simples. Menos gastos com energia e pastores colhendo assinaturas para a criação do Aliança pelo Brasil.

E como nada se deixa de pagar no capitalismo, quem vai arcar com a isenção para igrejas é todo o resto da sociedade.

Para quem se dizia da nova política, meus parabéns…

Foto: reprodução Twitter

Deixe uma resposta