Democracia

Secretário de Cultura bolsonarista imita Goebbles, ministro NAZISTA

Roberto Alvim, secretário de Cultura de Jair Bolsonaro, praticamente se assumiu nazista. Ao som de Wagner, imitou trechos do discursos do ministro de Adolf Hitler Joseph Goebbles. Isso ao anunciar o Prêmio Nacional das Artes.

“A arte brasileira da próxima década será heroica e será nacional. Será dotada de grande capacidade de envolvimento emocional e será igualmente imperava, posto que profundamente vinculada às aspirações urgentes de nosso povo, ou então não será nada”, diz Alvim.

“A arte alemã da próxima década será heróica, será ferreamente românca, será objeva e livre de senmentalismo, será nacional com grande páthos e igualmente imperava e vinculante, ou então não será nada”, disse Goebbels em pronunciamento para diretores de teatro, de acordo com o livro Goebbels: a Biography, de Peter

Foto: reprodução

Categorias:Democracia

Marcado como:, , ,

Deixe uma resposta