Brasil

Corporativismo vence e PM não pune ninguém por mortes de Paraisópolis

Não existiu crime nem ilegalidade nenhuma na tragédia de Paraisópolis. Pelo menos essa é a posição oficial da Corregedoria da Polícia Militar de São Paulo.

Ela apurava a conduta de 31 policiais militares envolvidos na ação, mas pediu o arquivamento da investigação.

O corporativismo, mais uma vez, ganhou. Afinal, foram só negros e pobres que morreram…

Como sempre.

Foto: reprodução G1/TV Globo

Deixe uma resposta